Caravana do Rap Lusófono “Terra do Rap” apresenta amanhã “Versos que Atravessam o Atlântico” // São Paulo (Brasil)

0

RAP-LUSOFONO

O centro Cultural da Juventude e Repprodutora trazem “Versos que Atravessam o Atlântico” o Rap Lusófono representado pelos trovadores do Século XXI com a participação de Eva RapDiva, Kid MC (Angola); Bob-X, Don-L, Rodrigo Ogi, Vinicius Terra (Brasil); Capicua, Mundo Segundo, Sam The Kid e Sr. Alfaiate (Portugal).

Artistas que contestam e refletem o futuro dos países de Língua Portuguesa. A produção nasceu da vontade de unir os povos a partir do Rap produzido em países da lusofonia. Poesia das ruas que se encontram na encruzilhada chamada lusofonia; que segue o mesmo rumo ao som do Rap e toda a ideologia da Cultura Hip-Hop! No concerto, cada um deles tem o seu momento que, de repente, transforma- se numa grande celebração de união, humildade, amizade e respeito à história desses países conectados no presente para refletir sobre o passado e indicar o futuro do Rap Lusófono.

O Rap que apesar de ter nascido em terreno norte-americano, uniu os guetos de todo o planeta, sobretudo os de países de Língua Portuguesa; é a poesia legítima da cultura urbana das grandes metrópoles cercada de periferias, favelas, guetos e bairros-de-lata.

SAM THE KID Sam The Kid, nome artístico de Samuel Martins Torres Santiago Mira, Sam the Kid é atualmente um dos expoentes máximos do Hip-Hop em Portugal. Em meados dos anos noventa, Sam estava na linha da frente de uma das gerações que consagrou o Hip-Hop Tuga, sendo constantemente requisitado para participações no circuito underground de mixtapes.

MUNDO SEGUNDO Mundo Segundo (Rapper/Beatmaker/Produtor) é uma figura incontornável do Hip-Hop Português. Com 20 anos de carreira, sua trajetória vai além do seu primeiro CD em 2006 – contabilizando 2 mixtapes solo, criação e produção de diversos eventos que impulsionaram o Rap em Portugal, além da fundação de grupos como “Real Companhia” e o respeitadíssimo “Dealema” –   e mesmo nascido em Vila Nova de Gaia (Norte de Portugal), seu trabalho é respeitado em todo o território lusitano, sobretudo na capital do país (Lisboa).

SR. ALFAIATE A história de Nelson Duarte se equipara à vida de muitos filhos de imigrantes da África Lusófona que, devido às guerras civis e processos conturbados de independência, buscaram asilo ou um novo rumo em PortugalMais conhecido pelo alter ego Nel’Assassin, é assim chamado por tornar as suas mixagens como se fossem uma confecção. De recordar que Nel Assassin entre muitos prémios é detentor do 1º prêmio do DMC Portugal que teve lugar em 2008.

CAPICUA Da cidade do Porto, Ana Matos cresceu a gostar de rimas e de ouvir o pai a recitar poemas dos outros. O segundo LP, “Sereia Louca” (ou serei a louca), saiu em Março de 2014. É um disco de Rap que nos diz coisas estranhas ao ouvido e que tal como as sereias tem duas metades. Uma que se faz com produções de grandes nomes do Hip-Hop Tuga. E outra que nasceu no palco e se enche de versões acústicas de músicas de trabalhos anteriores.

KID MC Kid MC é o nome artístico do rapper angolano Sebastião Manuel. Em 1988 se interessa pelo Rap por influência de um de seus irmãos que colecionava música de mcs americanos. Em 1992, devido ao conflito armado que assolou o país, Kid muda-se para a capital Luanda, onde hoje faz muito sucesso.

EVA RAPDIVA Eva Marise Cruzeiro Alexandre é o nome de registro de Eva RapDiva, nascida em Angola, começou a fazer rap em Portugal com apenas 12 anos e aos 15 já estava entre as mc’s mulheres mais respeitadas na cena “Tuga” pelos fãs de freestyles. Durante 2013 a artista foi capa de algumas das revistas mais conceituadas em Angola, fez muitos shows, entrevistas em revistas, tv e rádios para divulgar o lançamento do seu primeiro álbum físico, chamado “Rainha Ginga do Rap” que foi lançado em 19 de Abril (2014).

VINICIUS TERRA Vinicius de Moura Terra é um rapper articulador da cena Hip-Hop do Rio de Janeiro. Há exatos 10 anos criou a “BossaRap” (estilo musical que consiste na união da poesia do Rap à harmonia da Bossa Nova), estilo que o levou a uma extensa tour (2009 a 2011) nos continentes da Europa e da América do Sul por 3 anos: dando origem a um EP distribuído pela rede Fnac europeia em 27 cidades e ao 1º Songbook de Rap em Língua Portuguesa. Atualmente prepara seu primeiro LP: “Progresso Em Processo”.

RODRIGO OGI Rodrigo Hayashi, mais conhecido pelo seu nome artístico Ogi, é um rapper, pixador brasileiro e também integrante do grupo Contrafluxo. Nasceu na cidade de São Paulo e começou a rimar em 1994, mas acabou abandonando o hobby para entrar no grafite e na pixação. Entretanto, retornou ao rap em 2003 e continua trabalhando até hoje. Na carreira solo, lançou em 2011 lança o cultutado álbum “Crônicas da Cidade Cinza”.

DON-L “Caro Vapor | Vida e Veneno de Don L” é a mixtape que marca a estreia solo do rapper Don L. Recém radicado em São Paulo, o MC de Fortaleza apareceu no jogo do rap com o grupo Costa a Costa, que lançou em 2007 a mixtape “Dinheiro, Sexo, Drogas e Violência de Costa a Costa”, um dos discos mais importantes da história do rap nacional. Descoberto por Hermano Vianna, o grupo se apresentou na Central da Periferia de Regina Casé, entre outros programas.

MC BOB-X Rodrigo Antonio é essencialmente um poeta do Rap. Nascido e criado na Baixada Fluminense (Rio de Janeiro), suas composições são reflexos da realidade vivida n. Lança a mais aguardada mixtape da cena underground Hip-Hop a “Império [BF]”. O rapper que ganhou fama nas rodas por seu lirismo e ironia, lançou sua primeira demo em 2006 e logo gerou muita espectativa no undergound. Mas Rodrigo Fernandes como todo jovem de periferia teve sua vida revirada e isso o afastou do RAP e de BOB-X, seu alter ego. Dia 03/08, domingo, 18h. Arena.

você pode gostar também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

error: Content is protected !!