Conheça Jessica Sousa, a voz de ouro angolana em Londres (Inglaterra)

0

Jessica Sousa uma jovem Angolana de 24 anos, que desde os seus 3 anos de idade cresceu em Portugal, aonde teve influencias musicais de Teta Lando, Roberta Miranda, Patricia Faria, Bonga, Eduardo Paim, Yola Semedo, assim como outras influencias de música Cubana, Cabo Verdiana, Antiliana e especialmente musica Americana (a era dos anos 90′ R&B e hip hop).

Aos seus 13 anos, Jessica foi viver para Londres (Inglaterra), aonde reside atualmente. Foi nesta fase que  descobriu a sua vocação e paixão pela musica, com o estilo gospel,  na igreja que frequentava. Foi assim que conseguiu a sua primeira colaboração no mundo da música, iniciando a sua carreira com o estilo R&B e Hip Hop.

Como pseudo de Lady J, era uma das poucas vozes angolanas de referencia em Londres, o que levou a abrir o primeiro show de Anselmo Raph nesta cidade, e mais tarde um show de Nelson Freitas. Com o passar do tempo, Lady J decidiu encerrar a sua jornada no mundo da música para se focar nos seus estudos, o que levou lhe a se licenciar em Politica e Relações Exteriores na Universidade de Kingston em Londres.

Depois de alguns anos fora do mundo da musica Lady J, a convite do fundador da Yalankuwu Eventos em Londres, para atuar em homenagem ao dia das mulheres. Lady j retornou ao mundo da musica, tendo conhecido Melody Soares, Vanybelle e Irina Dos Santos, com as quais formou a primeira Banda Feminina Palop (em Londres), denominada As Preciosas,  que durante dois anos fizeram parte de vários eventos.

Depois disso, Jessica assinou pela produtora M.A.S Entertainment, que é uma label feita por Angolanos em Londres, resultado da junção da Quatro entertainment; Flash The Producer e o AK The General. Lady J alterou o seu nome artístico para JESS.

JESS está a trabalhar para o E.P #Savage e está prestes a lançar a faixa promo que representa a sua personalidade. Uma Jovem sem limites, versátil, que se recusa a limitar-se com títulos de cantora ou rapper.

A mistura de influencias musicais tanto angolanas como inglesa fazem suas musicas muito diversas, e podem ouvir influencias tanto de hip hop; trap; afrobeats; kizomba; jazz; soul e vários estilos musicais.

O projecto Savage é uma perspectiva radical feminista, que tem por intenção gerar polémica, fala sobre o poder feminino, e especialmente a troca das tradicionais estruturas sociais que decidem qual a posição de uma mulher tanto em casa como na sociedade. No projecto savage tabém se encontram matérias que são “Tabu” como a homo sexualidade. A faixa intitulada “Fruto Proibido” fala sobre a homosexualidade entre as mulheres e como são julgadas numa sociedade patriarca. A artista tem por intenção, combater estas atitudes e conceitos que pertencem a outra geração e substituir-los com os conceitos de um novo Milenio e uma nova geração. Assista o Teaser da próxima faixa, a ser lançada dentro de três dias. 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.