V.A.L.O.R.E.S. ESSE “MAMBO” JÁ NÃO É RAP – Por Hélder Guimarães

0

O Domingo 12 de Agosto chegou e o álbum V.A.L.O.R.E.S do rapper MCK conheceu finalmente a luz do dia e já está nas mãos dos amantes de RAP e da sua música. A dupla significação dos termos muito comuns nas lides do rap começa já na atribuição do título do álbum, não é por acaso que o termo V.A.L.O.R.E.S aparece separado por pontos lembrando uma sigla.

Entre outras definições podemos constatar que o dicionário da Porto Editora define ‘Valor’ como sendo a ‘importância que se atribui ou se reconhece a algo ou alguém; custo ou aquilo que vale um objecto’, mas a apropriação filosófica que nos remete para a definição de propriedade ou carácter do que é, não só desejado, mas também desejável, nos aproxima mais do valor que o artista quer dar à atribuição deste título ao álbum.

Como dissemos acima, os pontos a separar as letras do termo ‘valores’ não estão aí por acaso. Eles sugerem ser uma sigla e é isso mesmo ao que o título do álbum alude, uma sigla que esconde, ou melhor, oculta valias como; Verdade, Amor, Liberdade, Orgulho, Respeito, Espiritualidade e Saúde – portanto, V.A.L.O.R.E.S.

Não se pode dizer que MCK tenha surpreendido os seus fãs com esse quarto disco de originais, pois o Kapa está igual a sí mesmo, fiel aos seus ideais em nome da maioria, crítico e interventivo como sempre. “Coloquei minhas ideias neste álbum para estimular um debate sobre os vários temas abordados de modo a recolher críticas, sugestões e outras contribuições positivas para a edificação de uma Angola melhor e diferente”, pode-se ler febre é amarela e o paludismo tem sempre luz verde. Com todos esses problemas, só podemos repetir o coro cantando, “… viver no musseque é ser herói”.

Nesses e noutros musseques a vida é uma luta e como em toda luta há armas, sendo assim MCK enfrenta a sua luta também “armado”, mas só com a sua retórica aperfeiçoada ao longo dos últimos anos pelas duas licenciaturas de filosofia e direito que ostenta.

VALORES traz um rap académico que eleva faculdades (mentais), K é um rapper polémico com versos estudados em faculdades (universidades), versos esses que têm poder ao ponto de mudar mentalidades, é caso para dizer que se não é milagre, isso também já não é só música.

Texto: Hélder Guimarães
Licenciado em Comunicação Social/Hip-hop Lover
Fonte: Jornal O País

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.